Patos-PB, 17 de Agosto de 2017

Protesto em Patos: Manifestantes se indignaram com presença do senador Cássio

07, Aug 2017

Membros do Coletivo Espinho Branco, militantes da União da Juventude Rebelião (UJR), representantes do Movimento Luta de Classes (MLC) e demais cidadãos indignados com a presença do senador Cássio Cunha Lima (PSDB), realizaram na manhã deste sábado, dia 05, um protesto ao saber da presença do senador e de seus correligionários na cidade de Patos.

O senador Cássio estava na cidade acompanhado do prefeito Dinaldinho Wanderley (PSDB). Eles e a comitiva tomaram café no Mercado Público Municipal Darcílio Wanderley, fizeram visita às obras do Teatro Municipal e depois haveria uma entrevista coletiva no Café Centenário, localizado na Rua Epitácio Pessoa, Centro de Patos, porém, quando tomaram conhecimento da manifestação, a entrevista foi cancelada.

O grupo de manifestantes se concentrou na Praça Getúlio Vargas, popularmente conhecida por Coreto I, e depois saíram em caminhada até o Café Centenário. Usando latas, cartazes e apitos, o pequeno grupo se manifestou de forma pacífica, mas bastante coesa. Com gritos de “Fora Golpista”, “Se empurrar o Temer cai”, “Cássio golpista”, “Golpistas, fascistas não passarão”, dentre outras, os manifestantes se posicionaram na calçada e foram

Alguns correligionários e apoiadores do senador e também do prefeito Dinaldinho ainda criticaram os manifestantes, no entanto, nenhum incidente foi registrado. Alguns ministros depois, a imprensa presente recebeu a informação que a entrevista havia sido cancelada e o senador iria para a cidade de Malta (PB).

Falando em nome dos manifestantes, a professora Aline Mayara e o estudante universitário Gustavo Firmino, disseram que a sociedade não pode se calar diante dos fatos lamentáveis enfrentados pelo povo e em que o senador é parte ativa das manobras no poder executivo nacional, tais como retirada de direitos e o golpe que retirou a presidente Dilma Rousseff (PT)

Fonte: Patos online

 

Compartilhe