Patos-PB, 15 de Dezembro de 2017

“Se não for candidato, eu voto em Luciano”, afirma Maranhão sobre candidatura ao governo em 2018

09, Oct 2017

Peemedebista vem dando declarações que revelam que a aliança de 2016 pode não ser reeditada em 2018

O senador José Maranhão segue defendendo uma candidatura do PMDB ao governo do estado em 2018, mas garante que sua indicação não é uma exigência pessoal, mas um apelo do próprio partido. O peemedebista vem dando declarações recentes que expõem divergências no grupo das oposições e revelam que a aliança de 2016 pode não ser reeditada em 2018.

Na última semana, Maranhão questionou sobre um compromisso de aliança com PSD e PSDB para o próximo anoe lembrou que foi convocado pelo colegas para lançar candidatura. “O PMDB não tem apenas um nome natural. Não coloco meu nome no campo da intransigência”, disse o senador defendendo, entretanto, que o partido tem mais liderança que outras legendas. “Estou colocando meu nome modestamente porque o PMDB me fez este apelo. Meu nome foi chamado e não vou fugir à luta”, garantiu.

O senador opinou que existem outros “companheiros qualificados” e que ainda pode apoiar uma possível candidatura de Luciano Cartaxo (PSD). “Nós apoiamos a candidatura de Cartaxo na eleição de prefeito e essa eleição resultou exitosa. Não excluo o direito dele de se candidatar se este for o seu propósito. Espero que Luciano tenha a mesma abertura que eu. Tenho dito que se Maranhão não for candidato eu voto em Luciano”, enfatizou.

 

Por: Blog do Gordinho

 

 

 

Compartilhe